dimarts, 23 de gener de 2018

COM HE SABUT (1995)

I ara sóc mort.
He viscut la vida,
bé o malament.
Com he pogut.
I com he volgut.
Us he estimat
com he sabut.
He donat la meva amistat
a qui la volgut,
i a tots els qui he conegut.
Ara és la meva hora, Déu em crida.
Adéu amics, a tots us he estimat,
bé o malament.
Com dolçament he sabut.

6 comentaris:

  1. Na despedida se há tranquilidade ... excelente!!!bj
    A Aldeia do Xisto de Gondramaz
    distingue-se pela tonalidade específica
    do xisto que nos envolve da cabeça aos pés:
    https://crocheteandomomentos.blogspot.pt/2018/01/olhares-de-gondramaz.html

    Gosta de goiabada e queijo!? … há uma sugestão aqui:
    https://ospetiscosdagracinha.blogspot.pt/2018/01/sabores-queijo-e-goiaba.html

    Para os poetas e poetisas … um poema que se gosta de ler:
    https://mgpl1957.blogspot.pt/2018/01/da-minha-aldeia-alberto-caeiro.html

    E uma sugestão para costurar e bordar … aqui:
    https://asarteiricesdagracinha.blogspot.pt/2018/01/costurando-emocoes.html

    ResponElimina
  2. Mara de Deu Anna, ennuegàs l'anima..
    Una abraçada..

    ResponElimina
  3. Ostras que sentimiento mas ufff..
    Sin palabras.

    Besos

    ResponElimina